Voz do MS

Política

Presidência da Assembleia Legislativa é motivo de disputa em MS

Redação

O deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), preterido pelos deputados do PSDB para ser o candidato  do partido à Presidência da Assembleia Legislativa  (2019-2020), promete rebelião e diz que irá disputar mesmo sem apoio do partido.

Em coletiva de imprensa o deputado alega interferência de lideranças ligadas ao Governo e a Assembleia. “Basta observar a foto que foi divulgada pelo partido da reunião de ontem: havia apenas 3 deputados, o Beto Pereira e o Sérgio de Paula. Não foi uma decisão dos deputados, mas o resultado da imposição de lideranças ligadas ao Governo e a Assembleia não pode ser um mero apêndice do Executivo”, destacou Onevan.

A situação irritou o deputado, que fez feio na reunião da executiva tucana em que participantes afirmam que Onevan saiu xingando as lideranças e até mesmo o Governador Reinaldo Azambuja.

Embora não demonstre ter muito interesse na política da “boa vizinhança” e simpatia para fazer alianças, o deputado estadual destacou que seu histórico político-partidário é quem irá levá-lo ao cargo que que vai manter seu nome como candidato à presidência da Casa.

“O nome escolhido pelo PSDB não significa que será o presidente – esta foi uma declaração que ouvi do próprio governador, quando o procurei para deixá-lo a par de minha decisão. Estou preparado, inclusive, para compor com outros deputados – abrindo mão da cabeça de chapa se for o caso – que entendem que a escolha do partido não foi a mais acertada”, complementou Onevan.

 

 

Comentários

Últimas notícias