Voz do MS

Capital

Obras da Ernesto Geisel recebem aditivos de R$ 4 milhões

Redação

[Via Correio do Estado]

As obras de manejo de águas pluviais no fundo do vale do Rio Anhandui, na Avenida Ernesto Geisel, receberam mais 4 milhões em aditivos como consta na publicação desta segunda-feira (22) do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande).

Em janeiro de 2018, o valor das obras no trecho da Rua Bom Sucesso/ Rua Aquário, na região do Anhanduizinho, o valor do contrato celebrado entre a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviço Públicos (Sisep) e a Empresa Dreno Construções Eireli  foi de R$ 13.400 com vigência de 540 dias para a execução da obra e mais 90 para a emissão do termo de recebimento definitivo.

Dois dias depois dessa publicação houve um novo contrato, mas contemplando o trecho da Rua Abolição / Rua Bom Sucesso. O valor do contrato está na ordem de R$ 21.975 milhões com prazo da execução de 900 dias e mais 90 para a emissão do termo de recebimento definitivo.

Na edição de hoje do Dioagrande, consta o extrato do primeiro termo aditivo entre a Sisep e a empresa Dreno. A publicação mostra a alteração do valor do Contrato n°207, de dezembro de 2017 alterando o contrato inicial que era de 13.400 milhões para R$ 14.814.454,66 milhões. Ainda na mesma edição também foi alterado o valor do contra do trecho que compreende Rua Abolição / Rua Bom Sucesso que era da ordem de 21.975 milhões e passará para 24.617.909,80. No total essa obra recebeu R$ 4.05736446.

O prefeito de Campo Grande Marcos Trad (PSD) já havia pedido recursos federais para tocar as obras do Rio Anhandui fazendo até campanha nas redes sociais. No dia 18, em agênda pública Trad ironizou os recursos de R$ 5 milhões que vai ser destinado para obras do Rio Anhandui que foi anunciado por vários deputados federais e senadores e quer saber quem é o pai da criança.

“Pedimos ajuda de toda bancada eu já vi pronunciamento que Rose, Fábio, Nelsinho, Soraya eu vi que todos eles que liberaram parabéns a bancada federal”, ironizou Trad, durante assinatura do contrato de reforma e ampliação do Aeroporto de Campo Grande.

A senadora Soraya Thronicke  publicou, um dia antes da ironiza de Trad,  em suas redes sociais juntamente com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, autoria do recuso. Em sua página ela agradeceu a liberação dos recursos para as obras do Rio Anhanduí, na avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande.

“Já conseguimos o pagamento de R$ 5 milhões até o momento para que as obras não parem. O Ministro Canuto se comprometeu, ainda, em fazer a liberação mensal de recursos de acordo com a necessidade das obras”, disse a senadora.

Comentários

Últimas notícias