Voz do MS

Interior

Jovem estupra sogra e após ser descoberto tenta matar namorada

Redação

[Via Correio do Estado]

A violência tem ultrapassado todos os limites. Um caso absurdo foi registrado em Ivinhema: o namorado de uma adolescente de 16 anos agrediu a jovem e a ameaçou de morte com um facão, após ela ter de descoberto que o rapaz de 19 anos havia estuprado a mãe dela.

A Polícia Militar foi acionada pela garota, que conseguiu fugir do agressor. Os PMs chegaram ao local das agressões e presenciaram o momento em que o suspeito jogou o facão para um imóvel vizinho. Segundo informações, ele foi preso em flagrante.

Conforme a jovem contou à polícia, a ira do rapaz começou quando ela tirou satisfações sobre o ato de violência praticado contra a mãe dela, de 35 anos, há duas semanas.

A versão foi confirmada pela mãe da adolescente. A mulher esteve no hospital municipal da cidade, onde passou por exame de corpo de delito que também atestou o abuso.

Levantamento

De acordo com dados do Atlas da Violência 2018, divulgado esta ano pelo Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (IPEA) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Mato Grosso do Sul tem a sexta maior taxa de homicídios de mulheres do país, com 6,0 por 100 mil habitantes.

Os números do Atlas da Violência levam em consideração dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, dos anos de 2006 e 2016, e informações dos registros policiais publicadas no 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do FBSP.

Em 2016, 80 mulheres foram assassinadas no Estado; alta de 37,9% frente a 2015. Em relação à violência contra as mulheres, o levantamento destaca o problema da subnotificação dos casos de estupro. De acordo com a pesquisa, em 2016 foram registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde (Sinan), 113 casos em Mato Grosso do Sul, quase 13 vezes menos, que os 1.458 notificados à polícia e contabilizados pelo FBSP.

Comentários

Últimas notícias