Voz do MS

Economia

IPTU supera expectativa e prefeitura arrecada quase R$ 227 milhões

Redação

[Via Correio do Estado]

A prefeitura de Campo Grande superou em 13,4% a expectativa de arrecadação com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e recebeu até o momento, R$ 226.922 milhões com o pagamento à vista do imposto.

A expectativa de recebimento era de R$ 200 milhões. Até o dia 10 de janeiro, quando a prefeitura dava 20% de desconto no pagamento único do imposto, a arrecadação foi de R$ 180 milhões. Até o dia 10 de fevereiro, os contribuintes têm 10% de desconto no pagamento. Até ontem (7), a prefeitura recebeu de R$ 226 milhões.

Quem prefere parcelar em dez vezes, a dedução é de 5%. O desconto será concedido por parcela, desde que quitada até a data de seu vencimento.

De acordo com o secretário de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, em janeiro a arrecadação foi mais baixa. “Se comparar com o ano passado, a arrecadação caiu, porque a prefeitura enviou bem antes os boletos e as pessoas pagaram ainda em dezembro. Por isso, se for comparar com a arrecadação de janeiro do ano passado com a desse ano, caiu”, explicou.

Sobre a destinação desse valor arrecadado até agora, Pedrossian afirmou que o IPTU é para todas as contas da prefeitura. “Também podemos deixar para pagar o 13º salário, que no ano passado, foi destinado R$ 90 milhões para isso”, comentou.

A inadimplência do IPTU gira em torno de 30% e após a arrecadação, o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), mesmo com o pagamento à vista, a inadimplência se manteve. “Ficou estabilizada”, disse.

Porém, isso deve mudar, já que a prefeitura fez acordo com a Associação Comercial, que por meio do SCPC Boa Vista na Capital, vai prestar serviços de proteção ao crédito, atualização e enriquecimento de dados cadastrais da Executivo municipal. O primeiro passo dessa ação será justamente a atualização do sistema de dados da prefeitura. Porém, o secretário de Finanças afirmou ainda não ter recebidos os dados atualizados. “Estou cobrando todos os dias”, afirmou.

Comentários

Últimas notícias