Voz do MS

Polícia

Guardou droga para traficante e, presa, disse que era para sustentar filhas

Redação

[Via Midiamax]

Na noite desta segunda-feira (11) policiais militares prenderam Albertino Fábio dos Santos Albuquerque, de 36 anos e Lidiane Ferraz, de 31 anos por tráfico de drogas no Jardim Nhanha. Para a polícia, a mulher confessou que estava passando por dificuldades financeiras e por isso alugava sua casa por R$ 100 semanais para que o traficante guardasse o entorpecente.

O flagrante começou quando em rondas pelo bairro os policiais perceberam que ao se aproximarem de um Nissan Tida o motorista arrancou bruscamente, em uma tentativa de fuga. Os militares então deram ordem de parada ao condutor do veículo, que antes de obedecer jogou algo pela janela.

Os policiais abordaram os suspeitos, identificaram o motorista como Albertino e descobriram que o objeto que ele havia jogado era na verdade 10 porções de pasta base de cocaína. Durante a ocorrência, populares afirmaram aos policiais que uma residência da Rua Ranulfo Corrêa era usada como deposito pelo traficante.

Na casa, os militares encontraram Lidiane Ferraz. Ela confessou que era paga por Albertino para guardar os entorpecentes que ele revendia. A mulher explicou que é mãe de duas meninas e que estava passando por dificuldades financeiras. Para sustentar as filhas, ela aceitou esconder a droga e recebia R$ 100 por semana pelo serviço.

No local foram encontradas 23 pedras de pasta base, já preparadas para venda. Os dois acabaram presos em flagrante. A droga e o carro foram levados para a Denar (Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico), enquanto os presos foram para a Depac Piratininga, onde o caso foi registrado como tráfico de drogas e associação para o tráfico. (Foto: Ilustrativa)

Comentários

Últimas notícias

Colunas