Voz do MS

Geral

Deputado quer transferir milhas de viagens custeadas pelo Estado

Redação

[Via Correio do Estado]

Um deputado estadual de Mato Grosso do Sul apresentou proposta de transferir milhas recebidas por viagens custeadas pelo Governo do Estado de agentes públicos para serem convertidas em benefícios.

A proposta do deputado Márcio Fernandes (MDB), apresentada nesta quarta-feira (12), entretanto, não é bem uma novidade e é semelhante a ideia da deputada federal Rose Modesto (PSDB). A diferença é que Fernandes quer que as milhas sejam específicas para a Secretaria de Estado da Saúde. “É a área que mais precisa”, declarou.

Modesto, anteriormente, disse que já economizou R$ 4 mil e que reverteu o valor para uma paratleta.

A quantidade de milhas acumuladas por cada parlamentar varia de acordo com o tipo de passagem aérea comprada — nacional, internacional, agendada ou sem marcação —, da companhia aérea e da forma de pagamento escolhida por cada um.

De acordo com levantamento do jornal ‘O Globo’, em média, a cada R$ 1 pago com a emissão de bilhetes, duas ou três milhas são pontuadas. No ano passado, os gastos de deputados e senadores com passagens chegou a R$ 53 milhões. Nos dois meses deste ano, já são R$ 7,9 milhões.

Na prática, os agentes públicos compram as passagens aéreas em seus nomes e depois são ressarcidos dos valores. Por esse motivo as milhas ficam no nome do servidor.

O deputado Márcio Fernandes pede para que não apenas deputados mas que todos os servidores públicos que viajarem de avião com recursos públicos devolvam as milhas. “Mas isso é voluntário, devolve quem quer”, finalizou ele.

Comentários

Últimas notícias