Voz do MS

Capital

Com contrato assinado, obra do Aquário deve começar ainda este mês

Redação

[Via Campo Grande News]

Publicado hoje no Diário Oficial o extrato de contrato entre Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e a Gomes & Azevedo Ltda para a substituição dos vidros da cobertura do Aquário do Pantanal. O resultado havia sido divulgado dia 4 e, até o fim do mês, a obra deve ser iniciada.

Esta é a primeira licitação finalizada após o anúncio da retomada da obra, feito em maio. A empresa vencedora do certame apresentou proposta de R$ 386,4 mil, abaixo do cálculo feito inicialmente pelo governo do Estado para a obra, que foi de R$ 420 mil. A outra concorrente, a Átria Engenharia, foi inabilitada por não ter apresentado a documentação necessária.

Segundo assessoria do governo, agora, o próximo trâmite é a publicação da ordem de serviço, com previsão de retomada efetiva da obra ainda em outubro.

No dia 23 de agosto, o governo publicou os dois primeiros editais da retomada dos trabalhos. Além da substituição dos vidros, foi aberta concorrência, para conclusão da cobertura metálica, orçada em R$ 1,824 milhão. Esta encontra-se em fase de análise das impugnações apresentadas pelas empresas concorrentes.

O terceiro edital trata da troca do forro interno, onde estão as biblioteca e o auditório, além da conclusão das “monocapas”, dos pórticos vermelhos. No anúncio feito em maio, o cronograma do governo é de que o Aquário será concluído até dezembro de 2020.

Projeto – A obra do Aquário está dividida em cinco frentes: construção civil, suporte a vida, instalações elétricas, maquinários e instalações e manutenção dos tanques. Ao todo a obra custará mais de R$ 200 milhões – ante os R$ 79 milhões em seu anúncio, no início da década.

A estrutura terá 21 mil metros quadrados de área construída, com 32 tanques (24 deles internos). A conclusão inclui a finalização de cúpulas e estruturas de acrílico, manutenção de pavimentos, instalação e funcionamento de 178 bombas d’água, entre outras ações.

O espaço será um centro de referência para pesquisas, contando com museu interativo, biblioteca, auditório para 250 pessoas, sala de exposição e laboratórios de pesquisa. A obra deve ser finalizada no ano que vem.

Comentários

Últimas notícias