Voz do MS

Capital

Chuvas durante a noite derrubam árvores e impedem trânsito

Redação

[Via Correio do Estado]

Como previsto, as chuvas chegaram na tarde de ontem (21), em várias regiões de Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, choveu durante a noite e segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), foram registrados 43,2 milímetros.

O dia em Campo Grande amanheceu nublado e o calor de ontem, deu lugar aos 22ºC que faz nesta manhã (22). Apesar de aparentemente calma, a chuva na Capital derrubou uma árvore na rua Alexandre Fleming, no bairro Bandeirantes e outra na rua Uricuri, no bairro Vila Olinda.

Na região da Bandeirantes, a árvore gigantesca ficou atravessada na rua, impedindo a passagem de veículos. Com a queda, a raiz se soltou e quebrou parte da calçada.

Na Vila Olinda, uma árvore da espécie Cibipiruna também interditou a rua que é linha de ônibus. Não está passando veículos, apenas pedestres. Depois da queda, a raiz levantou e danificou a calçada.

De acordo com o sargento Luís Alves do Corpo de Bombeiros, a equipe vai fazer o corte dos galhos. “Durante a manhã não há muitos casos de queda de árvores. Está tranquilo”

O pedreiro Eurico Marciano de 36 anos, chegou por volta das 6h40 para trabalhar e a árvore já estava caída tomando a rua inteira. “Na frente da casa onde trabalho, tem uma árvore da mesma espécie que está podre e pode cair a qualquer momento. Os donos já acionaram a prefeitura para fazer a retirada da árvore”.

Segundo o Corpo de Bombeiros, não foi registrado nenhum atendimento de queda de árvores no Sistema Integrado de Gerenciamento de Ocorrências (SIGO). Os bombeiros atendem esse tipo de ocorrência quando há risco iminente de queda das árvores além de situações emergenciais devido as questões meteorológicas.  Manutenção das árvores que estejam dentro das propriedades são responsabilidades dos proprietários, e as árvores nas calçadas e vias públicas da Prefeitura Municipal.

Municípios da região sul do Estado, registraram maior quantidade de chuvas entre ontem à tarde e à noite. Em Ponta Porã, por exemplo, foram 94,6 milímetros de chuvas. Em Bela Vista, segundo registro do Inmet, foram 45,6 milímetros e Dourados, apenas 18 milímetros.

No Pantanal sul-mato-grossense, em Miranda foram 72,6 milímetros em uma noite e choveu menos em Aquidauana, com 24,6 mm. Em Nhumirim, choveu 43,4 milímetros. Já em Corumbá, foram 13,2 mm e Porto Murtinho, 13,4 milímetros.

São Gabriel do Oeste também choveu bastante ontem, sendo 51,6 milímetros. Maracaju registrou 14,8 mm e Rio Brilhante, 13,4 mm.

Comentários

Últimas notícias