Voz do MS

Capital

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura

Redação

[Via Correio do Estado]

Prefeito e vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande reivindicaram aumento no rateio dos recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul), em índices próximos dos 30%, em reunião com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o prefeito Marcos Trad (PSD), na tarde desta quinta-feira (17), no auditório da Esplanada Ferroviária.

Presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), afirmou que ainda não é possível afirmar valores pois há apenas expectativa de arrecadação, mas que houve uma discussão de forma técnica sobre os valores, em cima do que preconiza o Fundersul.

“Dentro dessa perspectiva de arrecadação, a Prefeitura, juntamente com seus técnicos, e com os vereadores, vamos estabelecer um rol de investimentos com esses recursos vindos do Fundersul. Assim, poderemos fazer as entregas. Não adianta fazer uma relação extensa, criar uma expectativa, e depois não entregar”, disse.

Governador afirmou que irá receber uma relação de obras prioritárias que irá analisar o pedido de aumento no repasse dos recursos do Fundersul. “Vamos ver o que é possível aumentar e pedimos para eles elencarem as obras. Quando você discute Fundersul, você pode discutir obra urbana, ou estrada, ponte de concreto, linha de ônibus na área rural, então o prefeito Marquinhos e a sua equipe e os vereadores vão elencar quais as obras prioritárias. A prioridade é o que eles escolherem”, disse.

Hoje, 25% dos recursos arrecadados do Fundersul vão para os municípios. Dessa fatia, Campo Grande pediu 30 pontos percentuais.

Marcos Trad (PSD) avaliou o encontro como positivo e disse que as obras prioritárias serão elencadas pela população. “Não há como nenhum município sobreviver sem parceria com Estado e União. Afinal de contas, se nós somos uma unidade federativa, essa unidade não pode ser apenas na teoria. Aqui há uma unidade entre município e Estado”, afirmou o prefeito.

A reunião foi mais uma do programa Governo Presente, que já percorreu mais de 40 municípios de Mato Grosso do Sul para colher demandas de cada região, e contou também com a presença de secretários municipais e estaduais.

Comentários

Últimas notícias