Voz do MS

Política

Azambuja reforça ideia de chamar policiais de folga para trabalhar

Redação

[Via Correio do Estado]

Durante reunião do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, na manhã desta terça-feira (8), o chefe do Executivo Estadual comentou sobre a intenção de implantar lei que paga diária aos policiais de folga. A ideia, segundo ele, é reforçar a segurança na fronteira do Brasil com países vizinhos e evitar que os agentes façam “bicos” na iniciativa privada.

“A gente quer dar essa oportunidade”, declarou o governador, ao se referir a uma das propostas que serão debatidas com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no próximo dia 24. “Vamos saber qual a linha do governo federal em relação às fronteiras. O Governo sempre esteve aberto, mas sempre esteve ausente. Queremos fortalecer essa integração na faixa de fronteira”, declarou Azambuja. “Se vier a parceria do governo federal que a gente espera teremos uma presença maior e uma presença maior vai diminuir ainda mais a criminalidade”, completou.

Em ocasião anterior, o governador já havia comentado sobre a intenção de destravar recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública para aumentar o policiamento nas ruas e na região de fronteira. “Propusemos pagar diária para o chamamento dos profissionais na hora de folga, em todos estados”, disse.

Outra ideia é chamar os policiais da reserva porque, segundo Azambuja, é uma maneira de trazer profissionais mais experientes para atuarem na Segurança Pública. “Hoje você já tem 503 policiais da reserva na ativa, atendendo e fortalecendo o policiamento”, finalizou.

Comentários

Últimas notícias