Voz do MS

Política

Azambuja destaca que segurança na fronteira é unanimidade entre gestores

Redação

[Via Correio do Estado]

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), destacou nesta segunda-feira (19), que a pauta unânime entre os 20 governadores que participaram da reunião do Fórum dos Governadores com o presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL) na semana passada, foi a questão da segurança na fronteira seca do Brasil, com outros países da América do Sul.

Segundo o governador, foi entregue um texto oficial aprovado pelos representantes de cada unidade da federação, com várias propostas. No entanto, a unanimidade diz respeito a intensivação da fiscalização nas cidades que possuem fronteira seca com outros países sul-americanos.

“Quatro de nossas propostas foram incluídas neste documento, como o reajuste da tabela SUS, compromisso de liberação de projetos estaduais que aguardam aprovação no Depen, uma proposta de chamamento de policiais militares aposentados ou em folga para aumentar o efetivo de segurança, e a questão mais importante, a blindagem da fronetira a fim de barrar a entrada de drogas e armas nos grandes centros”, observa o chefe do Executivo Estadual.

Sobre o chamamento dos policiais militares aposentados, Azambuja, esclarece: “Teremos uma reunião, no dia 12 de dezembro, com Sérgio Moro e apresentaremos proposta de realizar um chamamento de policiais em horário de folga, pagando diárias extras e também, militares aposentados. É uma alternativa para aumentar o efetivo, visto que a realização de um concurso público demora até um ano e meio para ser concluída”, observa.

O governador acrescentou que o recurso utilizado nesta proposição deve vir do Fundo Nacional de Segurança Pública, que contará com parte dos recursos das loterias .

Comentários

Últimas notícias