Voz do MS

Saúde

Administradores da Saúde e Santa Casa se reúnem para discutir custeio do Trauma

Redação

[Via Correio do Estado]

Os administradores da Saúde da prefeitura de Campo Grande e do Governo do Estado vão se reunir com a Santa Casa, nesta quarta-feira (6), para discutir como será feito o pagamento mensal de custeio do Hospital do Trauma. A unidade está sendo concluída em anexo ao maior hospital de Mato Grosso do Sul e deve precisar de R$ 5 milhões a 6 milhões mês.

De acordo com da Santa Casa, a Unidade do Trauma terá 126 novos leitos, sendo 98 de internação, dez de Unidade Terapia Intensiva (UTI), 18 de observação e cinco salas de cirurgias.

Atualmente o hospital recebe R$ 20,3 para custeio e com a inauguração dos novos leitos – ainda sem data para acontecer – deve precisar de mais investimentos. A Unidade do Trauma deveria ter sido inaugurada em julho, mas foi adiada para outubro e a nova previsão é que a construtora entregue até o dia 31 deste mês.

“Esses leitos que são usado pelo trauma hoje em dia vão suprir outra demanda. Não vai esvaziar o Pronto Socorro, serão usados para outras demandas. Os pacientes do trauma vão continuar entrando pelo PS, primeiro será feito o diagnóstico e depois o encaminhamento”, disse a assessoria.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), vão participar da reunião o superintendente de relações institucionais, Antônio Lastória, e o coordenador de urgência e emergência, Yama Higa.

A Secretaria do Estado de Saúde (SES), ainda não confirmou que estará na reunião. O secretário Nelson Tavares está de férias.

Comentários

Últimas notícias